Como entrar em contato com seus valores através da meditação do funeral?

Escrito por Dr. Caio Magno

Categorias:
É uma ferramenta de visualização ou imaginação da experiência do próprio funeral. A pessoa sentada numa posição confortável busca imaginar os vários aspectos de como seria seu funeral. Quem estaria lá? O que essas pessoas diriam?

Parece estranha, essa afirmação, não? Talvez surja até uma imagem bizzarra na mente? Para que serviria uma prática dessas? Produz algum resultado positivo?

 

Por incrível que pareça, deixando de lado a estranheza, é uma prática até conhecida entre alguns meios da psicologia como o pessoal da ACT (terapia de aceitação e compromisso) e do mindfulness. O que seria a prática ou meditação do funeral?

 

É uma ferramenta de visualização ou imaginação da experiência do próprio funeral. A pessoa sentada numa posição confortável busca imaginar os vários aspectos de como seria seu funeral. Quem estaria lá? O que essas pessoas diriam? O que eu gostaria de ter realizado na vida que não fiz? Sou grato por quais experiências que vivi? Com que gostaria de ter passado mais tempo? O que mais gostei de fazer? O que gostaria de ter mudado?

 

É uma experiência forte para muitos. Permite que a pessoa entre em contato com aspirações e decepções, sonhos e frustrações. E o objetivo é permitir identificar desejos e valores intrínsecos a cada praticante. Costuma gerar algum aspecto de transformação, alguma fagulha.

 

Não é incomum passarmos a vida desconectados de quem somos, de nossos valores e aspirações, reagindo a ela ao invés de vivê-la e saboreá-la. A meditação do funeral é uma ferramenta interessante que pode ser usada para entrar em contato com essa fonte de energia e motivação. E caberia a você utilizar a energia e resultado dessa fonte como desejasse.

Artigos Relacionados

Paranoia

Paranoia

Bom tema para filmes. Quem nunca assistiu a Ilha do Medo de Scorcese? O delírio, a paranoia, é um tema extremamente cativante. Foge completamente da realidade e atinge o telespectador. E o que de fato seria isso?
Do ponto de vista da psiquiatria, quando falamos em paranoia, nos referimos a um quadro específico da esquizofrenia

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Email

contato@drcaio.com

Consultório

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014

Segunda - Sexta

8:00 - 18:00