A ilusão do controle das emoções

Escrito por Dr. Caio Magno

Categorias:
O que é está por trás disso? Muito provavelmente a ideia das sociedades ocidentais de felicidade, que seria sentir-se bem.

Ao longo da vida aprendemos a buscar aliviar e evitar o desconforto emocional, sejam pensamentos, emoções ou situações que tragam algum tipo de sofrimento. Na terapia de aceitação e compromisso esse tipo de atitude é chamado de agenda de controle (do inglês control agenda). A tradução não fica tão adequada para o português, mas basicamente envolve utilizar estratégias a fim de evitar entrar em contato com desconfortos emocionais.

O que é está por trás disso? Muito provavelmente a ideia das sociedades ocidentais de felicidade, que seria sentir-se bem. É um foco excessivo no controle emocional, vivenciar sensações boas e distanciar-se de emoções “ruins” como caminho para uma vida alegre.

De acordo com alguns conceitos de ACT, ser feliz é sentir vitalidade nas escolhas e ações, perceber-se vivo e isso envolve entrar em contato com a grande gama das emoções humanas à medida que se busca tomar ações em direção ao que pode enriquecer a experiência do dia a dia.

De acordo com dados da literatura científica comportamentos de tentativa de controle emocional aumentam sintomas. Não significa, entretanto, o oposto, um apego ao desconforto e sofrimento que seria também problemático. O objetivo é mudar a relação com os pensamentos e emoções, ao invés de uma atitude de evitação e controle para uma percepção e aceitação com consciência, e que não seja um empecilho no caminho de enriquecer a vida com o que se deseja a fim de trazer significado e vitalidade a cada pessoa.

Dr Caio Magno – psiquiatra, terapeuta cognitivo-comportamental e instrutor de mindfulness.

Artigos Relacionados

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Email

contato@drcaio.com

Consultório

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014

Segunda - Sexta

8:00 - 20:00