Habilidades para lidar com depressão e ansiedade

Escrito por Caio Almeida

Categorias:
A principal ferramenta a habilidade de desfusão, ou seja, capacidade de perceber as cognições tão somente como são, informações, sem que estas interfiram no comportamento que desejamos efetuar.

Habilidades para lidar com depressão e ansiedade

Ao longo do meu desenvolvimento na área de saúde mental passei por algumas áreas do conhecimento. Além da formação em psiquiatria pela Universidade Federal de São Paulo, ainda fiz especialização em dependência química, terapia cognitivo-comportamental, mindfulness e agora estou me aprimorando em terapia de aceitação e compromisso. Fazendo uma reflexão breve sobre manejo de sintomas, digo pensamentos e emoções que de certa forma se entrelaçam internamente no indivíduo e interferem no seu comportamento, colocaria como principal ferramenta a habilidade de desfusão, ou seja, capacidade de perceber as cognições tão somente como são, informações, sem que estas interfiram no comportamento que desejamos efetuar.

O que contribui para a desfusão ou desindentificação?

  1. Medicação: reduz ansiedade e carga de afeto negativa e por consequência permite melhor manejo das experiências internas
  2. Reconhecer o pensamento como simplesmente um pensamento, não como a verdade
  3. Praticar reconhecer os pensamentos e emoções
  4. Desenvolver habilidade de notar também outras percepções como o corpo, os sons, cheiros.
  5. Praticar atenção ao momento presente, durante um atividade como escovar os dentes, conversar, comer
  6. Meditação mindfulness
  7. Exercício físico: favorece o desenlace de pensamentos e emoções.
  8. Não buscar afastar, brigar ou controlar experiências internas

Concluindo, existem várias ferramentas validadas empiricamente que podem ser utilizadas no manejo de desconfortos internos. A mensagem que está por trás é considerar tais desconfortos como experiências normais e se tornar melhor em manejá-los, não para estabelecer um controle, que é impossível, mas para que não sejam um fator que fique no caminho do que é importante e enriquece a vida.

Algumas pessoas falam em terapia como em bate papo com objetivo de desabafar e assim viria o efeito terapêutico. Na verdade terapia envolve bastante coisa, e é algo mais pragmático que uma conversa. O objetivo é produzir desenvolvimento de habilidades que permitam que pessoa consiga lidar melhor com dificuldades e enriquecer suas vidas.

Falo mais sobre isso em outro post.

Artigos Relacionados

Estabilidade emocional

Estabilidade emocional

Como atingir estabilidade emocional? Como atingir estabilidade emocional? Acredito que é algo que todos desejam, afinal ninguém gosta de estar se sentindo mal, depressivo ou vivenciando picos de ansiedade frequentes. A expressão estabilidade emocional não reflete de...

Preciso de psicoterapia. Para que fazer?

Preciso de psicoterapia. Para que fazer?

Será que preciso de pcicoterapia? Se você perguntar para cada paciente qual é o motivo de fazer psicoterapia vai escutar razões bem diferentes. Alguns buscam em um momento de dificuldade, outros mesmo quando não existem problemas.  Tem gente que imagina a psicoterapia...

Comunicação não violenta

Comunicação não violenta

Comunicação não violenta; o que é? li recentemente o livro “Comunicação não Violenta” do autor Marshall Rosenberg, o que me levou para o seu segundo livro, lançado mais recentemente, cujo título é “Vivendo a Comunicação Não Violenta”. Pensei que seria uma nova edição...

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Horário

Segunda a sexta-feira de 8-18h

Telefone e whatsapp

11 968806196

Email

contato@drcaio.com

Endereço

Avenida Iraí, 300, Edifício Solis Office Moema, conjunto 103, Moema, São Paulo, SP
Cep 04082-000