Psicoterapias aumentam resposta de tratamento de depressão

Escrito por Caio Almeida

Categorias:
Já se sabe que pacientes que não apresentaram resposta ao tratamento com antidepressivo podem responder com associação de psicoterapia. E a duração da resposta após o ciclo de terapia tende a ser maior e com menos recaída que após suspensão de antidepressivo...
Hoje acordei animado para revisar as literatura científica relacionada com o tratamento de depressão. Ao longo das leituras, me deparei com esse artigo, um estudo de revisão sobre depressão e psicoterapias de uma instituição muito respeitada internacionalmente, a “Cochrane Library”. O estudo busca embasar os profissionais com informação de fontes seguras e de qualidade com o objetivo de melhorar a prática clínica. Busco resposta para a pergunta: “terapia pode melhorar eficácia de depressões resistentes ao tratamento com medicação”? Sim, curto e direto. De acordo com essa revisão, dentre outras, já se sabe que pacientes que não apresentaram resposta ao tratamento com antidepressivo podem responder com associação de psicoterapia. E a duração da resposta após o ciclo de terapia tende a ser maior e com menos recaída que após suspensão de antidepressivo. O senso comum diz que psicoterapia tem o poder de aumentar as capacidades e habilidades do paciente de lidar com suas dificuldades emocionais, e, logo, teriam condição de se manterem bem. O senso comum sem sempre é acompanhado de evidência científica, entretanto. Esse estudo, felizmente, mostra que a ciência acompanhou o senso comum. Existe um problema, no entanto, talvez vários, relacionados ao estudo das psicoterapias. São muitas opções e não há clareza exatamente sobre as que são mais eficazes. A mais estudada de longe é a terapia cognitivo-comportamental. E também existem problemas relacionados a isso. O que seria terapia cognitivo-comportamental? Seria a terapia cognitiva de Beck, terapias comportamentais cognitivas, terapias contextuais como terapia de aceitação e compromisso? Terapia cognitivo-comportamental é um termo amplo que envolve vários subtipos. O que produziria resposta? Quais componentes específicos seriam esses? Não são fáceis esses estudos e também são custosos. De qualquer modo, já existe um bom nível de evidência científica de tratamento  de depressão com terapias cognitivo-comportamentais, ativação comportamental e terapia interpessoal. Dr Caio Magno – Psiquiatra e terapeuta – São Paulo – SP

Artigos Relacionados

O que é Síndrome do pânico?

O que é Síndrome do pânico?

Crises recorrentes de ansiedade Síndrome do pânico ou transtorno de pânico é um transtorno de ansiedade cuja principal característica é apresentar crises recorrentes com as seguintes características: falta de ar, apreensão, medo de morrer, medo de ter uma crise,...

Metas e sonhos

Metas e sonhos

No espírito da atenção plena, quando temos um sonho, uma intenção, um ideal, devemos vivê-lo. O seu sonho poderá ser realizado neste exato momento.

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Horário

Segunda a sexta-feira de 8-18

Telefone e whatsapp

11 968806196

Email

contato@drcaio.com

Endereço

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014