Tudo sobre síndrome do Pânico

Escrito por Dr. Caio Magno

Categorias:
O que é síndrome do pânico? É um transtorno psiquiátrico, ou seja, um problema emocional, trocando por  uma expressão mais bonita. O nome pânico já indica o principal elemento do problema, ansiedade intensa. Síndrome do pânico é um transtorno de ansiedade que tem como principal característica crises de medo intenso. Como são as crises de […]

O que é síndrome do pânico?

É um transtorno psiquiátrico, ou seja, um problema emocional, trocando por  uma expressão mais bonita. O nome pânico já indica o principal elemento do problema, ansiedade intensa. Síndrome do pânico é um transtorno de ansiedade que tem como principal característica crises de medo intenso.

Como são as crises de pânico?

A pessoa pode ter sintomas muito diferentes, mas de maneira geral os principais são: dor, aperto ou pressão no peito, falta de ar, sensação de cansaço ou de respiração rápida, coração acelerado ou sensação de perceber o coração, tremores, formigamento, náusea, sudorese e percepção de pele fria. São nada mais que o resultado no corpo de grande ansiedade.


O que difere pânico de outros transtornos de ansiedade?

O fato de a ansiedade vir em crises e a crise ter uma característica especial: é vinculada à  percepção de que o corpo está em grande risco ou vai sofrer eminente desconforto. E por isso, nas primeiras crises, o paciente vai parar no pronto socorro pensando que tem infarto, crise de asma ou algum problema do estômago.

Por que o pânico surge?

Ninguém sabe exatamente, mas existe uma tendência genética que favorece e fatores relacionados ao aprendizado voltado para a ameaça /ansiedade ao longo da vida. Não vejo um paciente sequer que diga que era uma pessoa calma antes de ter crise de pânico. Existe um fator ou vários geradores de maior percepção de vulnerabilidade na época que antecede a crise como problemas no trabalho, desemprego, pandemia, questões familiares, luto, etc.


Por que o pânico se mantém?

Preste atenção nisso. É a principal informação. Esqueça o restante se puder. O pânico se mantem porque você tenta se livrar dele. Explico-me: ao longo da vida, a pessoa desenvolve uma forma de lidar com o mundo voltada para o controle e isso é natural e esperado. A gente acredita que basta rodar algumas engrenagens em tudo, fazer um plano, buscar uma solução e pronto! Temos a resolução do problema, tranquilidade, segurança e bem estar. Com emoções não funciona assim e esse é o grande erro que leva ao ciclo vicioso da ansiedade, quando as tentativas de controlá-la geram mais ansiedade e viram pânico!!!


Com emoções a gente não busca controlar, mas manejar. As emoções são conteúdo subjetivo de informações pessoais acompanhadas por pensamentos e com percepções no corpo. Sempre que surgir uma emoção como ansiedade, simplesmente, traz uma ideia, conteúdo ou expressão da vida que existe na gente. Você reconhece, se enriquece com a experiência e deixa partir quando ela quiser!!! E amigos, é super difícil fazer isso pois nossa tendência é querer controlar e afastar o que é desagradável. Quando você perceber que não precisa controlar o pânico ele vai embora mais facilmente.


Como se trata pânico?

Remédio funciona e psicoterapia também. A medicação age na parte emocional, fisiológica, mas não trabalha esse ciclo acima. A chance de recaída é maior pois não se treinou e melhoraram as habilidades emocionais para sair do ciclo vicioso acima. Os dois tratamentos funcionam é não é incomum fazer algo combinado, tirando o paciente da crise com medicação e restruturando sua forma de lidar com ansiedade em psicoterapia com o tempo, no médio prazo.

Artigos Relacionados

A Positividade também é importante

A Positividade também é importante

A positividade é importante como a negatividade. A última leva à proteção, ajustes, reflexão. E o pensamento positivo ao engajamento e crescimento. Gente negativa é desagradável, intoxica o ambiente. Buscar elementos positivos na vida e combustível para o crescimento...

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Email

contato@drcaio.com

Consultório

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014

Segunda - Sexta

8:00 - 20:00