Exercício físico e depressão

Escrito por Dr. Caio Magno

Categorias:
O mecanismo suposto é aumento dos níveis de monoaminas (noradrenalina, dopamina, serotonina), endorfinas e fatores de crescimento dos neurônios.

O conhecimento popular, ao longo dos anos, sempre apontou o exercício físico como uma ferramenta eficaz para que pessoas deprimidas melhorassem. Será que, de fato, exercício realmente funciona como tratamento?

Parece que sim, tanto que uma organização canadense (CANMATE) famosa por suas revisões da literatura científica relacionadas ao tratamento de depressão colocou o exercício físico ao lado dos antidepressivos clássicos para tratamento de depressão leve a moderada. Foi demonstrado também benefício em combinação com medicação em depressões moderadas a graves.

O mecanismo suposto é aumento dos níveis de monoaminas (noradrenalina, dopamina, serotonina), endorfinas e fatores de crescimento dos neurônios.

Quanto ao tipo de exercício, tanto o aeróbico, quanto o anaeróbico são eficazes e a “dose” recomendada são 3 vezes por semana em intensidade moderada.

Abaixo, segue o link para o artigo livre:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4994794/pdf/10.1177_0706743716660290.pdf

Artigos Relacionados

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Email

contato@drcaio.com

Consultório

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014

Segunda - Sexta

8:00 - 20:00