A paralisia emocional da busca excessiva de respostas

Escrito por Caio Almeida

Categorias:
A partir desse ponto de vista, quando se pensa numa abordagem psicológica de tratamento, a recuperação da pessoa com restabelecimento da vitalidade, seria uma questão de mudar pensamentos, emoções, percepções, atingindo maior controle emocional.

O que seria essa paralisia emocional da busca de respostas? É meio intuitivo pela forma como a mente trabalha. Imaginar que para sair de um estado de falta de vitalidade, de depressão, quadro de ansiedade ou de outros problemas emocionais, basta refletir o suficiente e encontrar qual engrenagem está quebrada. Seria como consertar um relógio, um aparelho quebrado e bingo! Volta a funcionar perfeitamente como antes.

Mudar pensamentos e emoções?

A partir desse ponto de vista, quando se pensa numa abordagem psicológica de tratamento, a recuperação da pessoa com restabelecimento da vitalidade, seria uma questão de mudar pensamentos, emoções, percepções, atingindo maior controle emocional.

Reflexões são importantes

É evidente que reflexões são importantes, e quando transformadas em ações que aproximam as pessoas de seus valores geram enriquecimento e satisfação interna. Contudo considerar que o problema está em alguma ideia “errada” ou uma emoção ruim e dessa forma o objetivo se torna resolver, eliminar, consertar, afastar através de reflexões sem fim, tem como efeito uma certa paralisia.

A pessoa fica ansiosa por algo que lhe ocorreu, passa a evitar situações relacionadas a tal ansiedade, deixa de se envolver com outras pessoas, abandona atividades de lazer. Com o passar do tempo vai percebendo o estado em que sua vida se tornou e sente raiva da própria ansiedade .

A paralisia emocional leva a mais ansiedade

Em outro momento apresenta ansiedade porque surgiu ansiedade, o que gera ainda mais raiva. Intuitivamente sua tentativa seria de descobrir o que se passa dentro da mente, consertar e remover tanto seus pensamentos e emoções, o que induz mais ansiedade. As tentativas frustradas vão gerando uma sensação de fracasso, tristeza, que por sua vez se torna num novo problema a ser resolvido.

Não tem fim; gera paralisia. Reflexões que tem o objetivo de controlar estados internos levam a imobilidade, geram mais desconforto emocional. Uma outra atitude seria abrir um espaço interno para tais desconfortos emocionais, notando sua presença sem buscar mudá-los, enquanto se busca enriquecer a vida com ações estabelecidas no presente, em sintonia com os valores da pessoa. Sobre essa abordagem farei novo post no futuro.

Artigos Relacionados

Estabilidade emocional

Estabilidade emocional

Como atingir estabilidade emocional? Como atingir estabilidade emocional? Acredito que é algo que todos desejam, afinal ninguém gosta de estar se sentindo mal, depressivo ou vivenciando picos de ansiedade frequentes. A expressão estabilidade emocional não reflete de...

Preciso de psicoterapia. Para que fazer?

Preciso de psicoterapia. Para que fazer?

Será que preciso de pcicoterapia? Se você perguntar para cada paciente qual é o motivo de fazer psicoterapia vai escutar razões bem diferentes. Alguns buscam em um momento de dificuldade, outros mesmo quando não existem problemas.  Tem gente que imagina a psicoterapia...

Comunicação não violenta

Comunicação não violenta

Comunicação não violenta; o que é? li recentemente o livro “Comunicação não Violenta” do autor Marshall Rosenberg, o que me levou para o seu segundo livro, lançado mais recentemente, cujo título é “Vivendo a Comunicação Não Violenta”. Pensei que seria uma nova edição...

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Horário

Segunda a sexta-feira de 8-18h

Telefone e whatsapp

11 968806196

Email

contato@drcaio.com

Endereço

Avenida Iraí, 300, Edifício Solis Office Moema, conjunto 103, Moema, São Paulo, SP
Cep 04082-000