O ser humano é mais vulnerável do que pensa e menos vulnerável do que imagina

Escrito por Dr. Caio Magno

Categorias:
Qual é o medo do ansioso? Eu diria que é se ver vulnerável diante da situação de risco

Essa frase me ocorreu num contexto de um atendimento. O tema era ansiedade e acredito que a base dessa emoção e de como interage conosco está definida nessas palavras. Qual é a grande questão da ansiedade?
A ansiedade é a resposta natural ao risco e insegurança. O pensamento que surge tem a ver com algo de ruim vai acontecer comigo e não posso passar por isso ou lidar com isso. Se surge alguma situação externa ou interna (um pensamento por exemplo) que indique insegurança a ansiedade naturalmente irá aparecer. A questão é como ela se tornar um problema. Como ela deixa de ser uma resposta natural do corpo e da nossa subjetividade e vira um transtorno?


Vamos à frase então? Qual é o medo do ansioso? Eu diria que é se ver vulnerável diante da situação de risco. O ponto é que todos somos vulneráveis diante da vida. Não surgem doenças do nada, fatalidades, a pandemia, por exemplo? Isso não significa que somos frágeis e que não temos os recursos para nos sustentarmos diante dessas dificuldades. O desejo do ansioso é não se colocar em vulnerabilidade; quer ser invulnerável; não aceita suas deficiências pois em sua mente esse reconhecimento o torna frágil.


E nisso que se resume a frase: o ser humano é mais vulnerável do que pensa e menos vulnerável do que imagina. A reformulação da percepção baseada nessa reflexão é: o ser humano é vulnerável, no entanto, não significa que seja frágil. Reconhecer essa vulnerabilidade é uma atitude de força e talvez a fonte desse empoderamento.

Dr. Caio Magno – Psiquiatra e terapeuta – São Paulo – SP

Artigos Relacionados

Paranoia

Paranoia

Bom tema para filmes. Quem nunca assistiu a Ilha do Medo de Scorcese? O delírio, a paranoia, é um tema extremamente cativante. Foge completamente da realidade e atinge o telespectador. E o que de fato seria isso?
Do ponto de vista da psiquiatria, quando falamos em paranoia, nos referimos a um quadro específico da esquizofrenia

Menos é Mais

Menos é Mais

Acredito que uma das queixas mais comuns relacionadas à meditação é “eu não consigo meditar, manter o foco, minha mente desvia, se distrai”. O que está por trás dessa percepção?

ENtre em contato

COnsultas e sessões

Email

contato@drcaio.com

Consultório

Alameda dos Maracatins 1217, Ed Superia, conjunto 912, Moema, São Paulo, SP
Cep 04089-014

Segunda - Sexta

8:00 - 18:00